7 de set de 2012

http://www.webquestbrasil.org/criador2/webquest/soporte_tablon_w.php?id_actividad=16120&id_pagina=1

27 de ago de 2012

Você vai ao bar e bebe uma cerveja...


A batalha de álcool x o corpo - 15-06-2012, 17:33
Não é novo este texto, mas mesmo assim muito bom



Bebe a segunda cerveja. A terceira e assim por diante.

O teu estomago manda uma mensagem pro teu cérebro dizendo "Caracas véio... o cara tá bebendo muito liquido, tô cheião...!"

Teu estômago e teu cérebro não distinguem que tipo de liquido está sendo ingerido, ele sabe apenas q "é líquido".

Quando o cérebro recebe essa mensagem ele diz: "Caracas, o cara tá maluco!!!"

E manda a seguinte mensagem para os Rins "Meu, filtra o máximo de sangue que tu puderes, o cara aí tá maluco e tá bebendo muito líquido, vamo botar isso tudo pra fora" e o RIM começa a fazer até hora-extra e filtra muito sangue e enche rápido.

Daí vem a primeira corrida ao banheiro. Se você notar, esse 1º xixi é com a cor normal, meio amarelado, porque além de água, vem as impurezas do sangue.

O RIM aliviou a vida do estômago, mas você continua bebendo e o estomago manda outra mensagem pro CÉREBRO "Cara, ele não pára, socorro!!!" e o CÉREBRO manda outra mensagem pro RIM "Véio, estica a baladeira, manda ver aí na filtragem!!!"

O RIM filtra feito um louco, só q agora, o q ele expulsa não é o álcool, ele manda pra bexiga apenas ÁGUA (o líquido precioso do corpo). Por isso que as mijadas seguintes são transparentes, porque é água. E quanto mais você continua bebendo, mas o organismo joga água pra fora e o teor de álcool no organismo aumenta e você fica mais "bunitim".

Chega uma hora q você tá com o teor alcoólico tão alto q teu CÉREBRO desliga você. Essa é a hora q você desmaia... dorme... capota...

Ele faz isso porque pensa "Meu, o cara tá a fim de se matar, tá bebendo veneno pro corpo, vou apagar esse doido pra ver se assim ele pára de beber e a gente tenta expulsar esse álcool do corpo dele"

Enquanto você está lá, apagado (sem dono), o CÉREBRO dá a seguinte ordem pro sangue "Bicho, apaguei o cara, agora a gente tem q tirar esse veneno do corpo dele. O plano é o seguinte, como a gente está com o nível de água muito baixo, passa em todos os órgãos e tira a água deles e assim a gente consegue jogar esse veneno fora".

O SANGUE é como se fosse o Boy do corpo. E como um bom Boy, ele obedece as ordens direitinho e por isso começa a retirar água de todos os órgãos. Como o CÉREBRO é constituído de 75% de água, ele é o q mais sofre com essa "ordem" e daí vêm as terríveis dores de cabeça da ressaca.

Então, sei que na hora a gente nem pensa nisso, mas quando forem beber, bebam de meia em meia hora um copo d'água, porque na medida q você mija, já repõe a água.

Texto retirado de "O bar do Zé".

Sabia que... tomar água na hora correta maximiza os cuidados no corpo humano?

2 copos de água depois de acordar ajuda a ativar os órgãos internos.
1 copo de água 30 minutos antes de comer ajuda na digestão.
1 copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea.
1 copo de água antes de ir dormir evita ataques do coração.

7 de mai de 2012

RESOLVENDO EQUAÇÕES do 2° GRAU PELO COMPLEMENTO QUADRÁTICO



Apresento uma maneira intuitiva de resolver equações do 2° grau pelo método de completar o quadrado, este objeto de aprendizagem é parte do Trabalho final da Disciplina Informática Educativa II, do Curso Novas Tecnologias no Ensino da Matemática, ofertado pela Universidade Federal Fluminense.

EQUAÇÃO SEGUNDO GRAU
View more PowerPoint from André Spina

André Vinícius Spina

25 de abr de 2012


Vamos lá alunos, aqui no blog EUREKA faremos uma pesquisa sobre frações, o professor EUREKA separou itens que ajudarão vocês em suas pesquisas, para começarmos então, que tal assistir o vídeo abaixo?
Agora você já deve iniciar sua pesquisa, tente aproveitar todos os recursos que a internet nos disponibiliza, o professor EUREKA separou alguns links para auxiliarem vocês nessa investigação, porém não fique preso a eles, busque descobrir tudo o que for possível sobre frações.
Qualquer duvida, compartilhe comigo e com os colegas, postando comentário aqui mesmo, todos os colegas de sala estão convidados a participarem dessa discussão.
Para entrega da atividade, você deve copiar todas as perguntas  e em seguida pesquise sobre as perguntas apresentadas abaixo em forma de um trabalho, este trabalho deve ser enviado via e-mail para o endereço do seu professor: trabalho.eureka@lante.com.br no formato .doc ou .pdf.


1.       Quem inventou o conceito de fração?

2.       O que representa uma fração?

3.       Aonde podemos usar frações?

4.       Será que é possível realizar contas com frações? Se for como faríamos?



20 de mar de 2011

SUGESTÃO DE FILME - EFEITO BORBOLETA


A Teoria do Caos é uma das leis mais importantes do Universo, presente na essência de quase tudo o que nos cerca. A idéia central da teoria do caos é que uma pequenina mudança no início de um evento qualquer pode trazer conseqüências enormes e absolutamente desconhecidas no futuro. Por isso, tais eventos seriam praticamente imprevisíveis - caóticos, portanto.
Parece assustador, mas é só dar uma olhada nos fenômenos mais casuais da vida para notar que essa idéia faz sentido. Imagine que, no passado, você tenha perdido o vestibular na faculdade de seus sonhos porque um prego furou o pneu do ônibus. Desconsolado, você entra em outra universidade. Então, as pessoas com quem você vai conviver serão outras, seus amigos vão mudar, os amores serão diferentes, seus filhos e netos podem ser outros
No final, sua vida se alterou por completo, e tudo por causa do tal prego no início dessa seqüência de eventos! Esse tipo de imprevisibilidade nunca foi segredo, mas a coisa ganhou ares de estudo científico sério no início da década de 1960, quando o meteorologista americano Edward Lorenz descobriu que fenômenos aparentemente simples têm um comportamento tão caótico quanto a vida.
Ele chegou a essa conclusão ao testar um programa de computador que simulava o movimento de massas de ar. Um dia, Lorenz teclou um dos números que alimentava os cálculos da máquina com algumas casas decimais a menos, esperando que o resultado mudasse pouco. Mas a alteração insignificante, equivalente ao prego do nosso exemplo, transformou completamente o padrão das massas de ar. Para Lorenz, era como se "o bater das asas de uma borboleta no Brasil causasse, tempos depois, um tornado no Texas". Com base nessas observações, ele formulou equações que mostravam o tal "efeito borboleta”.
O FILME

Evan é um jovem que luta para esquecer fatos de sua infância. Para tanto, ele decide realizar uma regressão onde volta também fisicamente ao seu corpo de criança, tendo condições de alterar seu próprio passado. Porém, ao tentar consertar seus antigos problemas, ele termina por criar novos, já que toda mudança que realiza gera consequências em seu futuro. Inúmeras vezes, tenta fazer modificações para melhorar sua própria vida e a das pessoas que ama - só que brincar com o tempo gera conseqüências imprevisíveis e, freqüentemente, desastrosas.
O filme trata da questão das escolhas. Os caminhos da vida são feitos de decisões e escolhas. Assim, o que cada um de nós é hoje, seja na sua vida profissional, seja na sua vida pessoal, é conseqüência destas scolhas e das ações adotadas para efetivá-las. Algumas são essenciais e importam decisões sobre nossa religião ou nosso papel social. Outras são operacionais, como a roupa que vamos vestir hoje para ir trabalhar.
Assim sendo, três aspectos devem ser considerados:
1. A todo momento, queiramos ou não, conscientes ou inconscientes, por ação ou omissão, estamos sempre fazendo escolhas. E nunca é demais lembrar que não escolher já é uma escolha;
2. Se queremos ser os timoneiros da nau da nossa vida, devemos procurar ser conscientes das escolhas que fizemos e estamos fazendo, pois é esta consciência que nos permite assumir a responsabilidade pelos nossos atos e, conseqüentemente, continuar com o que estamos fazendo ou então mudar.
3. Podemos, através do desenvolvimento pessoal, aumentar a nossa esfera de escolhas. Aprender, no fundo, importa ter mais opções, isto é, ampliar possibilidades. A questão básica é o que aprender para que possamos ter êxito neste mundo de crescente insegurança e imprevisibilidade. E isto também é uma escolha.
Portanto:
Pense antes de agir !
Mesmo pequenas ações podem ter grandes consequências.

http://projetoautonomia.blogspot.com/2009/03/sujestao-de-filme-efeito-borboleta.html

Alguns alunos meus sentem o mesmo?

18 de mar de 2011

Números e mistérios

Apresento aqui
dez símbolos, que combinados de maneiras
e quantidades diferentes, constroem uma infinidade de valores.
Muito mais que quantidades
eles representam a essência
e a relação do homem com o mundo.
Um - É a primeira manifestação da origem,
representa a primeira fase de qualquer coisa,
é o número de elementos de um conjunto unitário
e só não manifesta nada.
Dois - É a segunda fase
complementa o um.
É o único número par que é primo
e é com este par, casal,
que começa uma existência, para nós.
Três - É divino,
simboliza a perfeição, o mistério.
É o passado, o presente e futuro,
o triângulo possui três lados,
é a quantidade de “Pessoas”
da Santíssima Trindade.
É o que vemos:
tudo em três dimensões.
Quatro - É o equilíbrio, a estabilidade.
A maioria dos animais andam sobre quatro patas,
são quatro as fases da lua,
as estações do ano, os pontos cardeais,
os elementos da natureza,
os reinos e os estados da matéria.
Cinco - É o símbolo da humanidade.
São quatro os elementos mais um: a luz.
Sem a Luz nada se constitui.
São cinco as funções orgânicas,
os sentidos, o psiquismo.
Podemos representá-lo com o Pentagrama,
estrela de cinco pontas,
que para os Pitagóricos,
simboliza a harmonia entre o corpo e a alma.
São cinco as chagas de Jesus
e as qualidades de um homem perfeito.
Seis - Representa os princípios aperfeiçoadores na natureza dos seres.
É o número de faces de um cubo –
poliedro regular e a quantidade de pontas da Estrela de David –
Perfeição, Percepção, Perseverança,
Paciência, Prontidão e Prudência.
Sete - É a natureza vibratória do universo.
São sete as notas musicais, as cores do arco-íris,
os pecados capitais,
são sete as maravilhas do mundo
e o tempo que demorou a criação.
Oito - É o direcionamento, o Amor e a Amizade.
É o cubo de dois.
Liga a natureza do universo,
o sete, com a vida do homem, o nove.
Nove - É a manifestação da vida.
Tempo, em meses, de gestação de uma mulher.
É o quadrado perfeito de três
e o algarismo de maior valor.
E, por fim, o zero –
representação do vazio absoluto,
que fica nevorsíssimo
quando dizem que ele não é nada.
Sem ele, não construiríamos
o nosso sistema de numeração.
Para ele, todo número é zero
diante do infinito.
Para mim, não somos nada,
perante os mistérios dos números, da Matemática.
Daniele Passagli Barbosa