31 de jan de 2011

10 Maneiras de ficar mais Inteligente

10. Coma peixe 
Peixes oleosos são ricos em DHA, um ácido graxo Omega-3 responsável por 40% da formação das membranas celulares e podem melhorar a neurotransmissão. O DHA é necessário para o desenvolvimento do cérebro do feto e vários estudos ligaram dietas com bastante peixe à redução do declínio mental com a idade avançada. Mas antes que você morda a isca saiba que estes estudos se basearam no que as pessoas lembravam sobra as suas dietas, uma tarefa que cheia a peixe. Testes com Omega-3 em ratos não mostraram melhora nas habilidades cognitivas. 
9. Beba chá
A cafeína do chá verde e preto faz o corpo pegar no tranco e afia a mente. Não é bom beber café e energéticos. Para um ganho cerebral excelente faça pausas regulares para beber chá. Doses pequenas durante o dia são melhores do que tomar uma única grande dose.



8. Sem pânico 
Enquanto um leve nervosismo pode melhorar o desempenho cognitivo, períodos de estresse intenso nos transformam em neandertais. Tente controlar a sua respiração.

7. Mais devagar 
Não existe o fenômeno anunciado por aí chamado de “leitura dinâmica”. Ao menos se o seu conceito de “leitura” significa compreender o texto. Estudos mostram que os leitores rápidos vão muito pior quando questionados sobre o texto. A resposta motora da retina, e o tempo que a imagem leva para ir da mácula para o tálamo e em seguida ao córtex visual para processamento, limita os olhos para cerca de 500 palavras por minuto, em eficiência máxima. O estudante universitário comum alcança,cerca da metade disto.


6. Mantenha-se afiado 
Pesquisadores italianos descobriram que pessoas que tem mais de 65 anos que andam cerca de 9 km por semana em passo moderado tem 27% menos chance de desenvolver demência do que adultos sedentários. Os pesquisadores pensam que exercícios possam melhorar o fluxo sanguíneo no cérebro.
5. Pratique
Pratique os tipos de questões que aparecem nos testes de inteligência. Ao se preparar para problemas verbais, numéricos e espaciais, típicos dos exames psicrométricos, você pode melhorar o seu escore.
4. Zzzzzz 
Tirar uma soneca rápida no escritório pode deixar seu chefe irritado? Informe-o que você, na verdade, merece uma promoção de acordo com os últimos resultados dos estudos sobre o sono. Um breve cochilo pode melhorar a sua memória, mesmo que dure apenas seis minutos.
3. Jogue videogame 
Todo mundo que implorou por um videogame agora vai conhecer o melhor argumento para conseguir um: “Você não quer que eu tenha uma coordenação visual e motora inferior, quer?” Agora você pode falar que alguns jogos o tornam mais inteligente assim como o Brain Age, da Nintendo. Depois de esforços cuidadosos os jogadores “sentem seus cérebros rejuvenescerem”.


2. Exercícios 
Estudos mostram que estudantes que praticam exercícios aeróbicos regulares ajudam a construir matéria cinza e branca no cérebros de adultos mais velhos. Em crianças o ponto alto foi o de levar a melhores performances em exames cognitivos.

1. Descubra 
Aprender novas coisas pode reforçar o cérebro, especialmente se você acredita que pode aprender novas coisas. É um círculo vicioso: Quando você pensa que está tornando-se mais inteligente, você estuda mais, criando mais conexões entre os neurônios.







fonte: http://www.gargalhando.com/2009/12/23/10-maneiras-de-ficar-mais-inteligente/







45 CURIOSIDADES MATEMÁTICAS


  1. A temperatura mais baixa registrada na Antarctica foi de -128,6 ºC, em 21 Julho de 1983;
  2. American Airlines, economizou € 40.000,00 em 1987 eliminando uma azeitona de cada salada servida na primeira classe;
  3. O Papa mais jovem tinha 11 anos;
  4. O recorde de tempo de vôo de uma galinha foi 13 segundos;
  5. Apenas uma pessoa em cada 2 bilhões viverá mais de 116 anos;
  6. Em média, os americanos consomem 72.800 metros quadrados de pizza por dia;
  7. Os destros vivem em média 9 anos a mais do que os canhotos;
  8. Um suíno ejacula em média 300-500 mL de sêmen e sua ejaculação pode durar até 30 minutos;
  9. A formiga levanta 50 vezes o seu peso, e puxa 30 vezes o seu próprio peso;
  10. A pulga salta 350 vezes a sua altura, o que equivale a uma pessoa dar um pulo de uma altura igual à largura de um campo de futebol;
  11. Em 1995, um japonês recitou, de memória, os 42.000 primeiros dígitos do número Pi (3,141592…) em 9 horas;
  12. Os CDs foram concebidos para comportar 74 minutos de música porque essa é a duração da Nona Sinfonia de Beethoven;
  13. As moscas domésticas vivem apenas 2 semanas;
  14. 7% dos americanos acredita que Elvis está vivo. 25% dos americanos acha que Sherlock Holmes existiu. 25% também acreditam em fantasmas, e 10% dizem ter visto um;
  15. Se as doenças do coração, o cancro e os diabetes fossem erradicados, a expectativa de vida do homem seria de 99,2 anos.
  16. Uma mulher chamada Mum-Zi já era avó com 17 anos. Ela teve a sua filha aos 8 anos e 4 meses, e a sua filha, por sua vez, também se tornou mãe aos 8 anos;
  17. Há mais de 2400 espécies de pulgas conhecidas;
  18. 16% das mulheres nascem loiras. 33% das mulheres são loiras;
  19. 10.000 novos produtos químicos são criados por dia;
  20. 41% dos homens que foram criados pelos avôs, tornam-se homossexual na idade adulta, segundo dados científicos;
  21. Uma gota de óleo torna 25 litros de água imprópria para o consumo;
  22. A cada ano, 98% dos átomos do nosso corpo são substituídos;
  23. 98% dos japoneses são cremados;
  24. O teu coração bate mais de 100.000 vezes por dia;
  25. As unhas da mão crescem aproximadamente 4 vezes mais rápido que as do pé.
  26. Na Casa Branca, há 13092 facas, garfos e colheres;
  27. 10% das receitas da Rússia vêm da venda de Vodka;
  28. 3 segundos é o tempo que dura a memória de um peixinho dourado de aquário;
  29. O preservativo foi inventado em 1500 (era feito de linho);
  30. 15 vezes é o número médio que um adulto normal sorri num dia. No entanto uma criança sorri em média 400 vezes por dia;
  31. A melhor hora do dia para transar com intuito de engravidar é às 17 h, de acordo com um estudo realizado na Itália;
  32. 40 milhões é o número de pessoas que possui um e-mail da Hotmail;
  33. O dia que foi registrado mais casamentos na Alemanha foi em 09/09/99 ;
  34. 116 anos. Foi quanto durou a Guerra dos Cem Anos entre a França e a Inglaterra;
  35. Em meio minuto, o esvaziamento do Rio Amazonas mataria a sede de toda a população mundial;
  36. O peso da Terra é de 5.980.000.000.000.000.000.000 toneladas;
  37. O peso de um elefante recém-nascido é de 100 Kg;
  38. 4% da riqueza mundial é o suficiente para combater as necessidades básicas do mundo;
  39. Todos temos 300 ossos quando nascemos, mas chegamos a adultos apenas com 206;
  40. Se não exercitarmos o que aprendemos, esquecemos 25% em seis horas, 33% em 24 horas e 90% em seis meses;
  41. Se dormirmos, em média, 8 horas por dia, aos 40 anos teremos dormido 13 anos;
  42. O olho humano é capaz de distinguir 10.000.000 de diferentes tonalidades;
  43. Em termos de mortes ou ferimentos, os aviões são 7 vezes mais seguros do que as bicicletas e 60 vezes mais do que moto;
  44. Os relâmpagos tem um comprimento médio de 3 a 5 Km e têm uma corrente de 10.000 amperes a 100 milhões de volts;
  45. Em média, uma criança de 4 anos faz 437 perguntas por dia.

Por quê tudo é tão caro no brasil?

Nossos preços estão entre os mais altos do mundo. Pagamos 3, 4 vezes mais por qualquer coisa. Mas o maior problema é outro: muita gente adora isso. 


É tanta muamba que o português dos vendedores de shopping da Flórida está mais afiado do que nunca. Os brasileiros são os turistas que mais compram nos EUA: US$ 4,8 mil por pessoa, à frente dos japoneses. 



Nossos gastos no exterior em 2010 tinham passado de US$ 11 bilhões até setembro, um recorde. Agências de turismo já oferecem pacotes sem parques de diversão no roteiro, só com traslados para grandes shoppings e outlets. 



Estamos virando um país de contrabandistas. Natural. Veja o caso do iPad. Aqui, nos EUA ou na Europa, ele é importado. Vem da China. Em tese, deveria custar quase igual em todos os países, já que o frete sempre dá mais ou menos a mesma coisa. Mas não. A versão básica custa R$ 800 nos EUA. Aqui a previsão é que ele saia por R$ 1 800. No resto do mundo desenvolvido é raro o iPad passar de R$ 1 000. E isso vale para qualquer coisa. Numa viagem aos EUA dá para comprar um notebook que aqui custa R$ 5 500 por R$ 2 300. Ou um videogame de R$ 500 que bate em R$ 2 mil nos supermercados daqui. E os carros, então? Um Corolla zero custa R$ 28 mil. Reais. Aqui, sai por mais de R$ 60 mil. E ele é tão nacional nos EUA quanto no Brasil. A Toyota fabrica o carro nos dois países. 



Por que tanta diferença? Primeiro, os impostos. Quase metade do valor de um carro (40%) vai para o governo na forma de tributos. Nos EUA são 20%. Na China também. Na Argentina, 24%. O padrão se repete com os outros produtos. E haja tributo. Enquanto o padrão global é ter um impostoespecífico para o consumo, aqui são 6 – IPI, ICMS, ISS, Cide, IOF, Cofins. Ufa. Essa confusão abre alas para uma sandice que outros países evitam: a cobrança de impostos em cascata. O ICMS, por exemplo, incide sobre o Cofins e o PIS. Ou seja: você paga imposto sobre imposto que já tinha sido pago lá atrás. Tudo fica mais caro. E quando você soma isso ao fato de que não, não somos um país rico, o vexame é maior ainda. Levando em conta o salário médio nas metrópoles e o preço das coisas, um sujeito de Nova York precisa trabalhar 9 horas para comprar um iPod Nano (R$ 256 lá). Nas maiores capitais do Brasil, um Nano vale 7 dias de trabalho do cidadão médio (R$ 549). 



A bagunça tributária do Brasil não é novidade. A diferença é que os efeitos dela ficam mais claros agora, já que existem mais produtos globalizados (Corolla, iPad…) e o real valorizado aumenta o nosso poder de compra lá fora (quando a nossa moeda não valia nada, antes de 1994, era como se vivêssemos em outra galáxia – não dava para fazer comparações). 



Mas sozinho o imposto não explica tudo. Outra razão importante para a disparidade de preços é a busca por status. Mercado de luxo existe desde o Egito antigo. Mas no nosso caso virou aberração. Tênis e roupas de marcas populares lá fora são artigos finos nos shoppings daqui, já que a mesma calça que custa R$ 150 lá fora sai por R$ 600 no Brasil. O Smart é um carrinho de molecada na Europa, um popular. Aqui virou um Rolex motorizado – um jeito de mostrar que você tem R$ 60 mil sobrando. O irônico é que o preço alto vira uma razão para consumir a coisa. Às vezes, a única razão. Como realmente estamos ficando mais ricos (a renda per capita cresceu 20% acima da inflação nos últimos 10 anos), a demanda por produtos de preços irreais continua forte. Os lucros que o comércio tem com eles também. E as compras lá fora idem. 



O resultado mais sombrio disso é o que os economistas chamam de doença holandesa: o país enriquece vendendo matéria-prima e deixa de fabricar itens sofisticados – importa tudo (ou vai passar o feriado em Miami e volta carregado). Por isso mesmo o governo reclama da desvalorização excessiva do dólar e do euro, que deixa tudo ainda mais barato lá fora. Aí não há indústria que aguente. 



Mas tem um outro lado aí. “É interessante ver que parte da indústria importa bens intermediários, que são usados para fazer outros produtos. E agora eles serão mais baratos. Então o câmbio apreciado pode ser bom”, diz o economista Carlos Eduardo Gonçalves, da USP. 



O governo também tem agido contra o mal do câmbio. Em agosto, cortou várias taxas de máquinas industriais e zerou os impostos para a fabricação de aviões. Outros 116 bens da indústria de autopeças que não têm similar nacional tiveram seu imposto de importação praticamente zerado. Já é um começo. Esperamos que, em breve, passar 9 horas no avião para comprar um laptop possa deixar de fazer sentido. Porque é bizonho. 



Quer pagar quanto? 



Preços de alguns produtos no Brasil e nos EUA, em reais: 



Hyundai Veracruz 

EUA – R$ 48 mil 

Brasil – R$ 150 mil 



Playstation 3 

EUA – R$ 500 

Brasil – R$ 1 999 



Perfume CK One 200 ml 

EUA – R$ 50 

Brasil – R$ 299 



Carrinho de bebê Chicco 

EUA – R$ 500 

Brasil – R$ 1 849 



Pois é, isso que nós, consumidores sofremos. Depois o governo quer que compremos no Brasil para incentivar o mercado interno… 


fonte:http://super.abril.com.br/cotidiano/tudo-custa-mais-caro-brasil-614244.shtml

O Mercado de ações e os Índios

Era Outono e os índios de uma reserva americana perguntaram ao novo chefe se o inverno iria ser muito rigoroso ou se, pelo contrário, poderia ser mais suave.

Tratando-se de um chefe índio da era moderna, ele não conseguia interpretar os sinais que lhe permitissem prever o tempo; no entanto, para não correr muitos riscos, foi dizendo que sim, deveriam estar preparados e cortar a lenha suficiente para agüentar um inverno frio.

Mas como também era um líder prático e preocupado, alguns dias depois teve uma idéia. Dirigiu-se à cabine telefônica pública, ligou para o Serviço Meteorológico Nacional e perguntou:

— O próximo inverno vai ser frio?

— Parece que na realidade este inverno vai ser frio respondeu o meteorologista de serviço.

O chefe voltou para o seu povo e mandou que cortassem mais lenha. Uma semana mais tarde, voltou a falar para o Serviço Meteorológico:

— Vai ser um inverno muito frio?
— Sim, responderam novamente do outro lado, O inverno vai ser mesmo muito frio .

Mais uma vez o chefe voltou para o seu povo e mandou que apanhassem toda a lenha que pudessem sem desperdiçar sequer as pequenas cavacas.

Duas semanas mais tarde voltou a falar para o Serviço Meteorológico Nacional:

— Vocês têm a certeza que este inverno vai ser mesmo muito frio? Absolutamente respondeu o homem Vai ser um dos invernos mais frios de sempre.

— Como podem ter tanto a certeza? perguntou o Chefe indio.

O meteorologista respondeu:

— É que os índios estão cortando lenha que nem uns doidos.

fonte:http://www.anedotas.eu/index.php?option=com_content&task=blogcategory&id=6&Itemid=10